sul

Coopersulca constrói nova unidade para milho e soja

Instalações estarão prontas para receber a safra 2019/2020

Alaor Alexandre / Jornal do Sul
Foto: Alaor Alexandre

Visando ampliar ainda mais sua participação no mercado do agronegócio regional, a Coopersulca, comandada pelo presidente Arlindo Manenti, resolveu investir em novas instalações. Agora, a cooperativa também entra forte no armazenamento e comercialização de milho e soja. 

Para isso, está em construção a nova unidade que receberá as futuras safras de milho e soja de seus associados. Localizada anexa à unidade industrial, às margens da Rodovia SC-108, no espaço serão embalados e processados os derivados das duas culturas.

"As instalações estão aptas para receber a safra 2019/20 e serão inauguradas até o final deste ano", coloca o presidente Arlindo Manenti ao visitar as obras que estão evoluindo em bom ritmo e já começam ser percebidas por quem passa em frente a unidade industrial da cooperativa.

Mercado do milho

A área total plantada de milho na safra 2019/2020 deve atingir 18,3 milhões de hectares, com alta de um milhão de hectares, ou 5,7%. A previsão foi publicada nesta quarta-feira, 21, no estudo Perspectivas para a Agropecuária da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com a entidade, apesar dessa alta na área semeada, a produção total do grão deve ser 38 mil toneladas menor em relação ao ano anterior, chegando em 99,2 milhões de toneladas.

Segundo o diretor de Política Agrícola e Informações da Companhia, Guilherme Bastos, dependendo dos problemas na safra americana, é possível que o Brasil tenha números recordes de exportação. "Há também a expectativa de aumento de 2% na demanda interna de milho para uso na ração animal", completa.

Soja

A safra de soja 2019/20 do Brasil poderá atingir cerca de 122 milhões de toneladas, o que seria um crescimento de 6% ante a temporada anterior, com os produtores investindo para tentar tirar proveito de uma quebra de safra nos Estados Unidos, segundo um diretor da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A projeção preliminar, baseada em uma recuperação de produtividades após a safra 2018/19 ter sido prejudicada pelo tempo seco em alguns estados, considera ainda indicativos de preços e custos - a Conab divulga números baseados em pesquisa de campo mais à frente no ano. A estimativa foi apresentada durante evento realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que usou dados preliminares da Conab para a principal cultura do agronegócio do país para estimar um aumento de 2% no PIB Agropecuário brasileiro em 2020.






logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br