mais caro

Com desabastecimento, inflação em Florianópolis cresce em maio

06 Junho 2018 13:38:00

Alta foi puxada pelo setor de serviços (1,91%) e de alimentos (0,94%), principalmente frutas e verduras

Foto: Luiz Costa/SMCS

O Índice de Custo de Vida (ICV) de Florianópolis voltou a subir com força em maio, com alta de 0,94%, depois de uma deflação em abril (-0,17%). Na avaliação do coordenador do cálculo do ICV/Udesc Esag, Hercílio Fernandes Neto, "Houve uma combinação entre o desabastecimento - provocado pela crise dos combustíveis - com o período de entressafra de alguns produtos, como frutas e verduras". Os números foram divulgados nesta terça-feira (5) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). 

Na composição do ICV em grupos de itens pesquisados, houve aumento nos preços dos alimentos (0,94%), produtos não alimentares (0,27%) e serviços privados (1,91%). Apenas os preços dos serviços públicos e de utilidade pública se mantiveram estáveis.

Entre os alimentos, houve alta naqueles consumidos em casa (média de 0,96%), especialmente os produtos in natura (aumento de 7,81%). O limão chegou a quase dobrar de preço ao longo do mês, com alta de 86%. A cebola de cabeça, que já havia subido mais de 30% em abril, teve nova alta de 45,82%. Já a beterraba teve aumento 27,48% em maio.

Variação do índice

A variação do custo de vida em Florianópolis foi 1,11% maior em relação ao índice do mês anterior (0,94% em maio contra -0,17% em abril). A inflação também foi maior na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em maio de 2017, o ICV/Udesc Esag foi de 0,46%, menos da metade do que o registrado em maio de 2018.

Com a inflação maior em maio, o índice acumulado nos meses de 2018 quase dobrou. Até abril, o custo de vida em Florianópolis acumulava alta de 1,10%. Agora a inflação nos cinco primeiros meses de 2018 já soma 2,05%. O índice acumulado nos últimos 12 meses também subiu em maio, de 2,13% para 2,62%.



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br