temporada

Comércio e serviços de SC devem abrir 7,7 mil vagas temporárias

46,5% dos empresários afirmam que há a possibilidade de efetivação. A maioria deve deixar a contratação para dezembro

Foto: Murici Balbinot/Arquivo
2,2 mil vagas temporárias devem ser geradas no comércio e 5,5 mil no setor de serviços

De acordo com uma pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio/SC), um em cada quatro empresários pretende contratar trabalhadores temporários para esta temporada de verão. O estudo aponta que 51,3% devem contratar o mesmo número de temporários em relação ao ano passado.

Em 2018, o número médio trabalhadores temporários contratados por empresa foi 2,96 e este ano deve ser de 3,06, o que, segundo a Fecomércio/SC, deve gerar cerca de 2,2 mil vagas temporárias formais no comércio e 5,5 mil no setor de serviços. 

Em 68,3% dos empregos temporários, a contratação se dará por tempo determinado e os outros 31,7% devem contratar apenas freelancers. O mês no qual ocorrerá o maior número de contratações será dezembro com 59,4%. A maioria dos contratos também deve terminar até dezembro.

Ainda segundo a pesquisa, 51,5% das empresas não irão efetivar os colaboradores após o término do contrato, enquanto 46,5% afirma que essa possibilidade existe. A possibilidade de efetivação para esta temporada é menor que os 76,4% registrados na pesquisa do ano passado.

"Os indicadores tiveram pouca variação de uma temporada para outra, o que mostra a cautela dos empresários. Sem dúvida, é uma oportunidade para entrar no mercado e garantir um emprego fixo", disse o presidente da entidade, Bruno Breithaupt. 








logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br