receita

Arrecadação estadual se aproxima da normalidade

Receita de impostos em 2020 é apenas 2,32% menor do que a de 2019

Foto: Murici Balbinot

A arrecadação de impostos em Santa Catarina registrou leve variação negativa em agosto na relação com julho (-0,27%). O percentual representa a passagem de R$ 2,35 bilhões para R$ 2,34 bilhões.Apesar da queda, a receita com tributos permanece acima dos patamares de 2019. Na comparação agosto-agosto, há uma alta de 1,99%, o que representa R$ 45,9 milhões a mais.

Agosto foi o segundo mês consecutivo em que a Secretaria de Estado da Fazenda registra acréscimo de arrecadação na relação com o ano passado. O desempenho mostra uma recuperação da economia após queda profunda em abril e maio, em razão da pandemia de Covid-19.

"O resultado é bastante positivo, considerando a situação. Ainda abaixo da meta anual, mas com possibilidade de atingimento da arrecadação de 2019 ou até de ultrapassar", disse o presidente do Sindicato dos Fiscais da Fazenda de SC (Sindifisco/SC), José Antônio Farenzena.

Os setores em destaque pelo desempenho positivo são supermercados, redes de varejo, material de construção, medicamentos e telecomunicações. Ainda negativos estão os de combustíveis e energia elétrica, que são os que mais arrecadam.

No acumulado do ano, 2020 está com resultado 2,32% menor do que o de 2019. Nos oito primeiros meses a receita caiu de R$ 18,18 bilhões do ano passado para R$ 17,76 bilhões. O percentual representa R$ 423 milhões. Apesar da arrecadação estar se aproximando da normalidade, os problemas financeiros do Estado devem ser sentidos a médio e longo prazo. Isso porque novas despesas já foram autorizadas com base na expectativa de receita prevista antes da pandemia.



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br