G. Florianópolis

ACIF emite nota apoiando retorno do transporte coletivo

Entidade diz que plano sanitário para volta do setor já foi apresentado à prefeitura

Foto: Luis Gustavo Silva de Freitas/PMF

Nesta sexta-feira (15), Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF) emitiu uma nota oficial solicitando o retorno imediado do transporte coletivo no município. Durante a semana, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, anunciou que mesmo que o Estado libere a atividade, ele não iria autorizar o retorno do serviço na capital. 

Segundo a entidade, foi apresentado à prefeitura um plano sanitário para garantir o retorno da atividade. Na nota, a ACIF afirmar estar aberta ao diálogo para solucionar o impasse, mas também se diz preocupada com o aumento do número de desempregados na região. 


Confira a nota na íntegra:

"A Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF) defende o imediato reinício, seguro e controlado, do transporte coletivo na Grande Florianópolis. Principalmente devido a exemplos de cidades como Curitiba e países como a Coreia do Sul (tido como referência na Capital), a Suécia e a Austrália, onde o serviço não foi interrompido totalmente ou por tão longo período, sem qualquer perspectiva de retorno. Um detalhado plano sanitário foi apresentado pelo sindicato das empresas do setor (SETUF) ao governo estadual e à Prefeitura de Florianópolis, garantindo à população proteção e segurança, contando também com a colaboração dos usuários. 

O gráfico apresentado recentemente pelo prefeito Gean Loureiro mostra uma curva cumulativa de infectados, causando uma falsa ideia e fazendo parecer uma procura forçada por aprovação, o que não contribui à transparência. A entidade defende que o correto seria utilizar dados diários de contágio, incluindo também variáveis que afetam a vida de todos, como o assombroso número de desempregados - 48 mil trabalhadores até o momento, fator com alto impacto na saúde das pessoas. 

A ACIF ressalta que, de forma alguma, defende um 'libera geral', para usar a expressão do prefeito. Suas lideranças estão conscientes da necessidade de segurança em primeiro lugar. Também estão abertas, junto a outras entidades do setor, ao diálogo para uma solução segura, viável e célere. 

Santa Catarina e Florianópolis têm sido exemplares para o país, por força de seu povo. O estado tem cerca de 85% dos leitos de UTI disponíveis - uma ótima notícia, já que a curva da Covid-19 está achatada. Agora é hora de achatarmos a curva do desemprego." 




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br