Em alta

Abate de suínos em SC cresceu 12% no segundo trimestre de 2020

Foto: Jader Nones/Cidasc

Segundo dados divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (13), Santa Catarina abateu 3,43 milhões de suínos no segundo trimestre de 2020. O resultado representa um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. Atualmente o Estado lidera o setor no país, com 28,3% de toda a produção nacional.

O bom momento da suinocultura tem se refletido nas exportações. Em apenas nove meses, Santa Catarina já superou o faturamento de todo o ano passado, com mais de US$ 963,6 milhões.

"A suinocultura catarinense vive um dos melhores momentos de toda história. Colhemos os frutos de um grande esforço, iniciado há mais de 20 anos para fazer de SC uma referência no cuidado com a saúde animal. Mesmo com todos os desafios trazidos este ano, seguimos com um setor fortalecido, otimista e pronto para crescer ainda mais em 2021", destacou o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa.

Se o mercado de suínos vive um bom momento, o mesmo não se pode dizer para a avicultura. De acordo com o IBGE, Santa Catarina abateu 193,8 milhões de frangos no segundo trimestre desse ano, uma queda de 4,2% em relação ao mesmo período de 2019. Atualmente o Estado é responsável por 13,6% da produção do país, ficando atrás apenas do Paraná (34%).

Além da queda neste ano, a perspectiva do setor não é otimista. O aumento no preço dos grãos tem preocupado os produtores, pois, segundo eles, deve acarretar em aumento de custos de produção e acentuar ainda mais as dificuldades para a avicultura no fim deste ano e em 2021.

"Se continuar o cenário, ou vai diminuir a produção ou fechar as portas. Nesse caso, quem é penalizado é o consumidor. Nós estamos avisando com antecedência, porque o setor não vai conseguir absorver esse aumento dos custos de produção", destacou o presidente da Associação Catarinense de Avicultura (ACAV), José Antônio Ribas Júnior.


Leite

O levantamento do IBGE também mostrou que o Estado produziu 648 milhões de litros de leite industrializado no segundo trimestre deste ano. O resultado representa uma alta de 2,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Atualmente Santa Catarina é responsável por 11,2% da produção brasileira de leite industrializado. O ranking é liderado por Minas Gerais (25,3%), seguido por Paraná (12,3%) e Rio Grande do Sul (12,2%).



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br