ARTIGOS

artigo

Trabalho em casa com segurança, por Karla Zavaleta

Criado como um movimento de iniciativa da população, o Abril Verde existe para marcar e apontar a necessidade da implantação de uma nova cultura para a prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. 

O tema nunca foi tão atual e necessário neste mês de abril de 2020, quando, por medida de segurança e responsabilidade com a sociedade, os colaboradores das organizações passaram, de um dia para o outro, a trabalhar de casa.

A medida adotada pelas empresas públicas e privadas visa a proteger seus funcionários do contágio e propagação da covid-19. Por outro lado, sabe-se que mesmo em esquema de teletrabalho é importante adotar medidas para garantir a postura e a saúde, agora que a sua casa tornou-se também o seu ambiente de trabalho.

Há questões que não podem ser negligenciadas como as normas de segurança do trabalho, a exemplo da NR-17, que possui importantes citações sobre a ergonomia, com recomendações de altura das mesas, distância dos monitores, entre outras.

Conforme previsto no artigo 75-E da CLT, a empresa deve orientar seus empregados para prevenir tais doenças e acidentes do trabalho.

É aconselhável também fornecer orientações sobre normas de saúde e segurança para o exercício das atividades em casa e ajustar a forma de controle de jornada dos empregados que costumam ter seus horários registrados.

Diferentemente do que ocorre com o home office, o teletrabalho constitui hipótese de dispensa do controle de jornada. Deve-se garantir boas condições de saúde e segurança aos seus empregados, sob pena de ser responsabilizado por eventuais atos de negligência que comprovadamente os exponham a riscos.

Outro ponto é que, mesmo estando distante, é preciso medir o índice de satisfação e dedicação dos trabalhadores. Lembrando que a tecnologia pode ser uma forte aliada.

E a você que está neste novo sistema de trabalho, antes de mais nada, estabeleça horários para começar a trabalhar, almoçar, pausar e, enfim, encerrar o dia trabalhado. Um outro ponto que garantirá a saúde e a segurança no ofício remoto é definir o ambiente de trabalho, que deve ser tranquilo, reservado e livre de distrações, de preferência em uma temperatura em que você se sinta confortável.

No mais, bom trabalho com a garantia de que tudo vai passar.


Por Karla Zavaleta, presidente da Associação Catarinense de Engenharia de Segurança do Trabalho (Acest)



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br