ARTIGOS

Otimismo é palavra de ordem para 2018, por Carlos Chiodini

21 Dezembro 2017 14:09:00

O país voltou a crescer, a confiança do mercado traz otimismo para 2018. Após três anos de crise, com desemprego em alta, crescimento econômico reduzido e dificuldades em praticamente todos os setores, começamos a vislumbrar um cenário mais esperançoso. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) subiu 1,8 ponto percentual de novembro para dezembro, alcançando 58,3 pontos, o melhor resultado nos últimos cinco anos. 

Em Santa Catarina temos o maior percentual de empregos na indústria com 34%, ou seja, 734 mil trabalhadores, sendo que a média nacional é 29%. Além disso, somente até outubro, tivemos a abertura de 102 mil novas empresas, com destaque para os microempreendedores individuais (MEIS), que hoje somam 284 mil no Estado. A taxa de desemprego, embora seja a menor do país com 6,7%, tende a melhorar para o próximo ano. As perspectivas animadoras incluem crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), que aqui poderá subir até 5%.

Estes indicadores mostram o poder de superação dos catarinenses e, sobretudo, o comprometimento com o futuro. Não basta anunciar quando os resultados são favoráveis, e sim, trabalhar para conquistá-los. Para atingir estes números positivos foi necessário criar políticas públicas que beneficiassem o setor produtivo, incentivando a inovação, simplificando a vida dos empreendedores e abrindo as portas para empresas de alto valor agregado.

Conseguimos encerrar 2017 melhor que iniciamos. Trabalhamos pela desburocratização, aprovando o SC Bem Mais Simples e assinando o termo de implantação com 80 cidades catarinenses. Disponibilizamos, por meio do Juro Zero, mais de R$ 42 milhões para MEIs de todo Estado. Com o Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec), concedemos mais de R$ 664 milhões em investimentos, gerando aproximadamente 10 mil empregos. Investimos na Economia do Conhecimento, renovando a parceria para o programa Startup SC e firmando o compromisso com diversos setores, entre órgãos públicos e privados, com o Pacto pela Inovação.

O mais importante é acreditar que o melhor ainda está por vir. É o que nos motiva a trabalhar mais, fazer mais projetos e concretizá-los. É olhar para o que foi feito, aprender com os erros e comemorar os acertos. É equilibrar o otimismo versus a cautela, com a ponderação necessária para construir objetivos tangíveis, mas com entusiasmo indispensável para alcançar voos mais altos e resultados ainda mais auspiciosos. 

Carlos Chiodini, secreterário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável






logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br